Valorizamos o ambiente

Empresa Europeia de Referência do Setor Ambiental e Líder no Tratamento e Valorização de Resíduos em Portugal

Valorizamos o ambiente

Empresa Europeia de Referência do Setor Ambiental e Líder no Tratamento e Valorização de Resíduos em Portugal

Valorizamos o ambiente

Empresa Europeia de Referência do Setor Ambiental e Líder no Tratamento e Valorização de Resíduos em Portugal

VALORSUL lança novo agregado 22 JUNHO 2017

A Valorsul, Concessionária da EGF para a região de Lisboa (Norte) e Oeste, está a promover a utilização de agregado para a construção rodoviária, e, na sua campanha de lançamento, cede gratuitamente uma carga de 20 toneladas, com transporte incluído, às primeiras 20 encomendas.

 

As quantidades adicionais só pagam o transporte. A oferta é limitada a um raio de 60 km das instalações em Vila Franca de Xira.

 

 

 

 

PRODUTO COM MARCAÇÃO CE

O agregado da Valorsul é um produto com marcação CE, conforme com a legislação europeia e com as normas europeias harmonizadas. O material foi estudado, com excelentes resultados, e aprovado pelo Laboratório Nacional de Engenharia Civil. Este material é inovador em Portugal, mas é habitualmente utilizado noutros países do Norte da Europa, como Reino Unido, Noruega e Alemanha.

 

No domínio da pavimentação rodoviária, este agregado artificial - próprio para camadas não ligadas de base e sub-base – constitui uma solução muito bem adaptada à construção rodoviária dado que possui características idênticas às dos agregados naturais, sendo uma alternativa de confiança, que associa um comportamento não plástico, elevados valores de resistência ao corte a uma boa capacidade resistente. De granulometria extensa, foi já utilizado na sub-base de estradas onde circulam habitualmente viaturas pesadas e também em arranjos paisagísticos em diversas obras municipais. A sua produção está em conformidade com as especificações da NP EN 13242:2002 + A1:2010.

 

VANTAGENS AMBIENTAIS

O agregado artificial da Valorsul, provém da valorização de resíduos, pelo que se enquadra nos 5% de materiais reciclados que obrigatoriamente todas as obras públicas devem incorporar. Além disso, é um exemplo perfeito de economia circular, poupando o recurso aos agregados naturais, tantas vezes extraídos de pedreiras e rios.

 

Para quem está a construír estradas ou caminhos e precisa de adquirir brita ou tout venant (e vai arcar com avultados custos de transporte), esta é uma oportunidade de poupar na conta da sua obra e nos recursos do seu planeta.

 

174
Municípios
546 GWh/ano
Energia produzida
6,3 Milhões
Habitantes abrangidos
281 Mil toneladas
Resíduos reciclados
11
Concessionárias
214
Infraestruturas
35 Mil toneladas
Corretivos orgânicos produzidos
3,2 Milhões t
Resíduos tratados e valorizados