Deposição em Aterro Sanitário
Garantir segurança e produzir energia

Um Aterro Sanitário é um espaço destinado à deposição final de resíduos gerados pela atividade humana – na EGF é também a última opção ambiental num sistema de gestão integrada, situação que existe em Portugal. Ainda assim, é muitas vezes a única forma de garantir segurança à deposição de resíduos indiferenciados, garantindo um sistema de proteção ambiental rigoroso, drenagem adequada de lixiviados e de biogás.

Mas apesar de ser um sistema de deposição final, é ainda possível produzir energia a partir do biogás - no Universo EGF existem 27 aterros sanitários.

Num aterro sanitário existe também uma rede de drenagem do biogás (gases provenientes da biodegradação da massa de resíduos), o qual é encaminhado para valorização energética ou queima. Um aterro sanitário deve também ter um sistema de monitorização ambiental, o qual engloba o controlo dos lixiviados, do biogás, das águas subterrâneas, das águas superficiais e das alterações topográficas. Quando atinge o limite da sua capacidade, o aterro sanitário é alvo de um processo rigoroso de encerramento e arranjo paisagístico adequado, podendo ser, posteriormente, um espaço verde ou um parque de lazer para usufruto pela população, em boas condições de segurança e ambientais.

Aterros Sanitários
Unidades de triagem

Lorem ipsum dolor sit amet, mutat scripta pertinax duo no. Alienum laboramus pri at, an quo ignota timeam interesset. Vidit eirmod reprimique te sit, ea omnis regione eam, mea cu harum sanctus. Ea omnes audiam menandri per.

Aterros de Sermonde e Canedo

A responsabilidade da recolha dos resíduos indiferenciados compete às Câmaras Municipais depositando-os no Aterro, de forma controlada. A construção dos Aterros de Sermonde e Canedo, operados pela Suldouro, contemplou as melhores práticas e tecnologias de proteção ambiental e de saúde pública.

 

Para mais informações, clique aqui.

Aterro Sanitário de Mato da Cruz
Localização: Mato da Cruz 2615-623 Calhandriz - Vila Franca de Xira
Área ocupada: Células 1 e 2 de RU da Valorsul (em exploração): área - 13,8 Ha ; Futura Célula 3 de RU Valorsul: área - 1,45 Ha; Célula de RU de VFXira (selada): área - 8,0 Ha; Células 1 e 2 de Cinzas Inertizadas (em exploração): área - 4,5 Ha; Plataforma para tratamento e valorização de escórias - 2,8 Ha; Terreno total - 42 Ha
Origem das Cinzas inertizadas e das escórias: Central de Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos
Resíduos aceites/tratados: Todos os resíduos provenientes da recolha indiferenciada.
Processo de tratamento: Deposição controlada de Resíduos.
Capacidade máxima de processamento: Células 1 e 2 de RU da Valorsul: capacidade - 3.213.000 m3; Futura Célula 3 de RU Valorsul: capacidade - 249.300 m3
Data de entrada em funcionamento: Julho de 1998
Aterro Sanitário do Oeste

Localização: Outeiro da Cabeça / Vilar Cadaval

Área ocupada: 14 Ha.

Resíduos aceites/tratados: Todos os resíduos provenientes da recolha indiferenciada.
Processo de tratamento: Deposição controlada de Resíduos.
Origem dos RU: Recolha indiferenciada

Capacidade máxima de processamento: 3.183.000 m3 encaixe total

Data de entrada em funcionamento: Janeiro de 2002

Aterro Sanitário do Sotavento

Localização: Chão Frio - Porto de Lagos, 8500-800 Portimão

Área ocupada: 54 Ha

Resíduos aceites/tratados: Todos os resíduos urbanos provenientes da recolha indiferenciada.

Processo de tratamento: Confinamento técnico e valorização energética de biogás.

Origem dos RU: Recolha Municipal

Capacidade máxima de processamento: (3 569 500 ton – projeto)

Data de entrada em funcionamento: Fevereiro 1998

Aterro Sanitário do Barlavento

Localização: Vale Maria Dias - Cortelha Salir, 8100-170 Loulé

Área ocupada: 59 Ha

Resíduos aceites/tratados: Todos os resíduos urbanos provenientes da recolha indiferenciada.

Processo de tratamento: Confinamento técnico  e valorização energética de biogás

Origem dos RU: Recolha Municipal

Capacidade máxima de processamento: 3 721 870 ton – projeto

Data de entrada em funcionamento: Junho 2000

Aterro Sanitário de Palmela

Localização: Moita - Moita

Área ocupada: 43 Ha

Resíduos aceites/tratados: Resíduos de construção e demolição; Resíduos urbanos e equiparados, incluindo as frações recolhidas seletivamente; Resíduos de jardins e parques; Outros resíduos urbanos equiparados.

Processo de tratamento: Deposição controlada de resíduos urbanos não perigosos, com produção de energia.

Origem dos RU: Resíduos urbanos municipais e equiparados.

Capacidade máxima de processamento: 5 459 484 ton – projeto

Data de entrada em funcionamento: 1997

Aterro Sanitário do Seixal

Localização: Seixal - Amora

Área ocupada: 32 Ha

Resíduos aceites/tratados: Resíduos de construção e demolição; Resíduos urbanos e equiparados, incluindo as frações recolhidas seletivamente; Resíduos de jardins e parques; Outros resíduos urbanos equiparados.

Processo de tratamento: Deposição controlada de resíduos urbanos não perigosos, com produção de energia.

Origem dos RU: Resíduos urbanos municipais e equiparados.

Capacidade máxima de processamento: 5 045 364 ton – projeto

Data de entrada em funcionamento: 1995 (CM Seixal) e 1997 passou para a Amarsul

Aterro Sanitário de Apoio de Coimbra

Localização: Vil de Matos, 3025-607 Coimbra
Área ocupada: 16 Ha
Resíduos aceites/tratados: Todos os resíduos provenientes da recolha indiferenciada.
Processo de tratamento: Deposição controlada de Resíduos.
Origem dos RU: Limpeza Urbana, Monstros , Refugos provenientes do TMB e da Estação de Triagem Seletiva
Capacidade máxima de processamento: 1.524.246 m3
Data de entrada em funcionamento: Outubro de 2012

Aterro Sanitário de Apoio de Aveiro

Localização: Eirol, 3800-703 Aveiro
Área ocupada: 17 Ha
Resíduos aceites/tratados: Todos os resíduos provenientes da recolha indiferenciada.
Processo de tratamento: Deposição controlada de Resíduos.
Origem dos RU: Limpeza Urbana, Monstros , Refugos provenientes do TMB e da Estação de Triagem Seletiva
Capacidade máxima de processamento: 2.543.720 m3
Data de entrada em funcionamento: Outubro de 2012

Aterro Sanitário do Fundão

Localização: Centro de Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos - Estrada de Peroviseu - Quinta das Areias – 6230 Fundão

Aterro Sanitário de Santo Tirso

Localização: Santo Tirso

Aterro Sanitário de Boticas

Localização: Boticas

Aterro Sanitário de Vila Real

Localização: Vila Real

Aterro Sanitário de Celorico de Basto

Localização: Celorico de Basto

Aterro Sanitário de Lamego

Localização: Lamego

Aterro Sanitário de Vila Fria
Localização: Vila Fria, Viana do Castelo
Área ocupada: 10 Ha
Resíduos aceites/tratados: resíduos urbanos
Processo de tratamento: deposição controlada de resíduos
Origem dos RU: resíduos municipais
Capacidade máxima de processamento: 2.030.000 m3 (capacidade licenciada na LA) 
Data de entrada em funcionamento: 18/12/1998
Aterro Sanitário de Sermonde

Localização: Sermonde, Vila Nova de Gaia

Aterro Sanitário de Santa Maria da Feira

Localização: Santa Maria da Feira

Aterro Sanitário de Avis

Localização: Polo de Avis - Herdade das Marrãs - 7480-352 Figueira e Barros - AVIS
Origem dos RU: recolha seletiva Municipal na área de influencia do SMM (Abrantes, Alter do Chão, Arronches, Avis, Campo Maior, Castelo Branco, Castelo de Vide, Crato, Elvas, Fronteira, Gavião, Idanha-a-Nova, Mação, Marvão, Monforte, Nisa, Oleiros, Ponte de Sôr, Portalegre, Proença-a-Nova, Sardoal, Sertã, Sousel, Vila de Rei e Vila Velha de Rodão.)
Processo de tratamento: Triagem automática e enfardamento de resíduos recicláveis
Capacidade máxima de processamento: 2.5 toneladas
Data de entrada em funcionamento: 2007
Resíduos aceites/tratados: resíduos de embalagem plástico/metal e papel/cartão

Aterro Sanitário de Castelo Branco

Localização: Polo de Castelo Branco
Origem dos RU: recolha seletiva Municipal na área de influencia do SMM (Abrantes, Alter do Chão, Arronches, Avis, Campo Maior, Castelo Branco, Castelo de Vide, Crato, Elvas, Fronteira, Gavião, Idanha-a-Nova, Mação, Marvão, Monforte, Nisa, Oleiros, Ponte de Sôr, Portalegre, Proença-a-Nova, Sardoal, Sertã, Sousel, Vila de Rei e Vila Velha de Rodão.)
Processo de tratamento: Triagem manual e enfardamento de resíduos recicláveis
Capacidade máxima de processamento: 350 kg/hora
Data de entrada em funcionamento: 2011
Resíduos aceites/tratados: resíduos de embalagem plástico/metal e papel/cartão

Aterro Sanitário de Leiria

Localização: Quinta do Banco, Parceiros

Aterro Sanitário de Valença

Localização: Lugar de Arraial, Valença