03 JULHO 2017

As escolas da VALORSUL salvam a vida a 2.900 árvores e evitam a importação de 2.000 litros de petróleo.

 

 

Estão de parabéns as 352 escolas participantes nos concursos Separa e Ganha da Valorsul, Concessionária da EGF para as regiões de Lisboa (Norte) e Oeste, que enviaram para reciclar 324 toneladas de plástico e metal e 147 toneladas de papel e cartão.

 

A maior recompensa é ambiental: a reciclagem do papel e cartão evitou o abate de 2.900 árvores e todo o plástico separado permitiu baixar a importação de petróleo em 2.000 litros. As escolas foram também premiadas, num total de mais de 37.000€.

 

No Ecoponto Amarelo destaca-se o desempenho da EB1/JI Sacadura Cabral da Amadora que separou mais de 6.500 kg e de duas escolas do Cadaval: a EB1 Painho EB1/JI com cerca de 10.000 Kg e a EB1/JI Dagorda que atingiu 11.500 kg!

 

Já no Ecoponto Azul, salienta-se o empenho das escolas EB1 de São Martinho do Porto, com mais de 6.500 kg, e da EB1 de Vimeiro, que ultrapassou os 7.000 kg, ambas de Alcobaça. E ainda a EB1/JI Moita dos Ferreiros, na Lourinhã, que apresentou um excelente resultado, com 13.000 kg de papel e cartão.

 

No ano letivo que agora termina, o Ecovalor, programa de educação ambiental da Valorsul para a comunidade escolar, chegou a 300 escolas, o que se traduziu no envolvimento de 53.000 alunos. Para além dos concursos escolares, a Valorsul complementa a sua oferta com ações de sensibilização, visitas às suas instalações e materiais sobre a reciclagem.

 

Mantendo o seu compromisso com a educação ambiental e também com as metas da reciclagem, a Valorsul reconhece o papel fundamental das escolas e do trabalho em parceria com os municípios.

 

No dia 30 de junho, foram apresentados oficialmente os resultados, nas instalações da Valorsul, no Cadaval, perante os técnicos de ambiente e resíduos dos 19 municípios.