Corretivos Orgânicos
Corretivos Orgânicos

A EGF - Environment Global Facilities é a empresa portuguesa que assegura a maioria da produção nacional de corretivos orgânicos valorizados em unidades de tratamento de norte a sul do país.

Os corretivos orgânicos EGF são produtos naturais, sem aditivos químicos que promovem um efeito muito positivo no crescimento e produtividade das culturas, incrementando as propriedades físicas, químicas e biológicas do solo, como a retenção da água, o arejamento e o aumento e diversificação da atividade microbiológica do solo.

Em 2019 a EGF assegurou a produção de 24.000 toneladas de corretivos orgânicos, que foram utilizados em culturas agrícolas arbóreas e arbustivas, nomeadamente vinhas, pomares, olivais e espécies silvícolas.

Em função da sua classe, prevista na legislação em vigor, estes corretivos também são utilizados na agricultura (arvenses, hortícolas, horto-industriais), em solos destinados a culturas bioenergéticas, produção florícola, espaços verdes, campos de futebol e golfe, e como terras de cobertura e de integração paisagística.

No conceito de economia circular os resíduos orgânicos são na sua totalidade utilizados como recursos para produção de corretivos orgânicos do solo, elementos fertilizantes, substratos de cultura/germinação e ainda desenvolvimento de outros produtos inovadores.

A reutilização destes resíduos orgânicos permite a substituição da utilização de fertilizantes minerais produzidos com recurso a hidrocarbonetos, a substituição parcial ou total de utilização de turfas e rochas minerais ricas em fosfatos.

Para mais informação sobre a utilização destes corretivos orgânicos contacte: comunicacao@egf.pt

 

Adubom
Agrovida
Agrovida é um corretivo agrícola orgânico produzido a partir da valorização dos resíduos orgânicos biodegradáveis. Após a digestão, os resíduos biodegradáveis são encaminhados para um processo de compostagem e maturação, resultando num composto orgânico corretor de solos. Ao potenciar o enriquecimento dos solos com substrato orgânico, estamos a contribuir para um solo saudável, prolongando o equilíbrio natural do mesmo. Destina-se a aplicações em jardins pomares e vinha.
Amarterra
Amarterra é um corretivo agrícola, produzido pela Amarsul a partir dos resíduos orgânicos provenientes da recolha indiferenciada efetuada pelas viaturas municipais e é rico em matéria orgânica humificada. A aplicação do composto Amarterra permite repor o equilíbrio dinâmico dos solos, fomentando a diversidade biótica, reforçando o arejamento e a capacidade de retenção de água.
Biocresce
O composto produzido na Unidade de Aveiro tem a designação comercial de Biocresce. Os níveis de matéria orgânica que apresentam conferem a estes fertilizantes a classificação de corretivos agrícolas orgânicos. Encontram-se higienizados e não contêm sementes ou propágulos de plantas infestantes, para além de estarem maturados, pelo que as aplicações destes fertilizantes podem realizar-se num prazo inferior a três semanas, antes da sementeira ou plantação.
Fertibom
Fertisuc
O composto produzido na Unidade de Coimbra é o Fertisuc. Os níveis de matéria orgânica que apresentam conferem a estes fertilizantes a classificação de corretivos agrícolas orgânicos. Encontram-se higienizados e não contêm sementes ou propágulos de plantas infestantes, para além de estarem maturados, pelo que as aplicações destes fertilizantes podem realizar-se num prazo inferior a três semanas, antes da sementeira ou plantação.
Fertiverde
Nutrevalnor
Nutriterra
Este composto resulta do sistema de tratamento dos resíduos indiferenciados entregues na Central de Valorização Orgânica. A fração orgânica é valorizada num processo de digestão anaeróbia, permitindo a obtenção de energia elétrica e os resíduos provenientes do digestor são posteriormente transformados e ganham nova vida através de um processo de compostagem que pode ser utilizado em terrenos agrícolas.
Nutriverde
É produzido a partir de resíduos verdes, está certificado como fator de produção em agricultura biológica, podendo ser utilizado como fertilizante na agricultura e na jardinagem e/ou como substrato na produção de plantas. Para além de não ser agressivo e poluente para a natureza, traz inúmeros benefícios ao solo, pois combate a erosão e melhora as suas propriedades físicas, químicas e biológicas.
Ricaterra
Ricaterra é um corretivo agrícola orgânico utilizável em culturas ou em jardins, obtido a partir do tratamento dos resíduos orgânicos recolhidos seletivamente. Resulta do tratamento por digestão anaeróbia e posterior compostagem da fração orgânica de resíduos urbanos entregues na Estação de Valorização Orgânica.
Valorterra